o humor e as notícias mais sacanas da web
Quinta-feira, 23 de Agosto de 2012

Embora não sendo sábado de aleluia, completamente nu, um meliante foi amarrado no Maranhão do Zé Sarney. Segundo a maranhada, o vagabundo assaltou um peão que estava indo dar duro, tentou fugir, mas a turma do pega pra capar, louca pra meter-lhe o pau, foi atrás dele. Na ânsia de escapar, o homem tropicou, caiu de quatro e se lascou todinho.


Ao despi-lo, os maranhudos (naturalidade – e característica – dos homens do Maranhão) encontraram uma faca oxidada e, como o cara fosse espada, outra “arma” que, mais enferrujada que a faca, pendia-lhe entre as pernas. Para que não se machucasse, as pessoas puseram uma camisinha em sua cabeça (não especificaram qual).


O Maranhão reclama da falta de segurança e os que vivem nele afirmam que a única delegacia existente conta com apenas dois policiais, dos quais o mais novo tem cerca de 60 anos. A comunidade reivindica ainda, um trailer da polícia, de preferência o Tropa de Elite.

publicado por Assi Sales às 03:00

Terça-feira, 31 de Julho de 2012

Flórida (EUA) - Eric Green, um cara flórida de 31 anos, foi preso em Palm Bay após subtrair um vibrador ‘Trojan King Kong’ de uma loja da Walgreens e o levar para o banheiro.


De acordo com a polícia, um funcionário da loja fez um auê danado quando ouviu barulho de sonoros puns vindo do fundo e ficou de orelha em pé. Quando Green saiu do WC, vendo o funcionário dirigir-se a ele, saiu correndo e jogou o consolo de US$ 50 em uma lata de lixo.


Pego pelos fundos da calça, Green declarou que pretendia devolver o produto, mas ficara receoso da reação do atendente do estabelecimento quando visse o estado em que o “brinquedinho” estava.


Sui Generis: Pois é. O ‘King Kong’ deve ter ido fundo! Rsrsrs

publicado por Assi Sales às 03:00

Quarta-feira, 11 de Julho de 2012

A PM prendeu Rodrigo Silvestre, que acabara de fazer um rapa na casa de sua ex-amásia, que reside em Ourinhos mas não tem aonde cair morta. A equipe tática abordou o garimpeiro com uma mochila onde havia um espremedor de frutas, um vidro de perfume da Avon e, enrolado em uma camisinha camiseta tamanho GG, um pênis de borracha preto com mais de 30 cm de comprimento, instrumento provavelmente usado por ele para arrombar a “casa”.

 

Debaixo de cassetete, Rodrigo levou os policiais à residência da “mina”, onde foi constatado o arrombamento de uma janela e de um dos quartos da coitada. A dona do imóvel, que acabara de chegar do trottoir, disse que morou com Rodrigo, mas há sete meses estão separados. Reconheceu o espremedor de frutas e o perfume como sendo seus, mas ao ver o baita maranhão, boquiaberta, disse que não sabe como é que o ex arrumou aguenta aquilo.

 

Levado à delegacia, Rodrigo foi devidamente apresentado à cópia viva do seu “brinquedinho” de borracha, Dr. Marcelo de Assis, que deu voz de prisão ao arrombador arrombado e o encaminhou à cadeia de São Pedro do Turvo, onde o meliante ficará vendo tudo turvo depois de ser “recepcionado” pelos detentos.

publicado por Assi Sales às 03:00

Quinta-feira, 21 de Junho de 2012

Ourinhos (SP) - Três travecos (Erika, Vanessa e Rafaela) e uma garota de família programa cujo nome de guerra é Pâmela foram presos pela PM depois de darem um “suadouro” num gaiato que “parou para trocar uma ideia o óleo” atrás do prédio do Asilo.  Os policiais chegaram bem na hora em que a vitima gritava feito louco por ter sido roubado pelo quarteto fantástico. Após minuciosa busca nos travecos, além das suas necas, os agentes localizaram a merreca e o talão de cheques sem fundo surrupiados à vítima.


O trouxa, que insistiu em afirmar veementemente que parara no local “apenas para bater uma um papo”, disse que enquanto “conversava” com um dos baitolas, os outros vieram pela lateral do calhambeque, desceram-lhe o pau (a vítima não entrou em detalhes sobre isso) e afanaram seus cheques e o dinheiro.


Levados ao plantão policial, diante dos fatos, a “otôridade” responsável não teve dúvidas e ratificou a prisão por roubo rendez-vous qualificado e formação de quadrilha estilizada (referência aos travecos). O talonário e dinheiro foram devolvidos confiscados à vitima.

publicado por Assi Sales às 11:30

Quarta-feira, 06 de Junho de 2012

 

 

Brasília - Um homem roubou um vibrador de ouro 18 quilates da sex shop ‘Esplanada’. A peça, usada eventualmente para foder o contribuinte brasileiro, estava em exposição e só era usada por parlamentares.

O ladrão bundão não levou nenhum outro artigo da boutique no butico. Vários brinquedinhos da loja, especializada no público de alto poder foder aquisitivo, custam os olhos da cara e “aquele”. 

 

No momento do roubo, como é de praxe em Brasília, apenas uma funcionária estava na ‘Esplanada’.

- Ele entrou, me cumprimentou, mostrou a arma e exigiu dinheiro, mas quando viu o Neca, excitado, mandou eu abrir as pernas - disse a funcionária, descrevendo o homem como: "lindo, bem vestido, mas rápido (teve ejaculação precoce). Antes dele sair, ela teve as mãos amarradas e a boca tampada com papel higiênico. O ladrão a lançou no banheiro da loja e deu descarga.

 

Uma das “sócias” da ‘Esplanada’, disse que o ladrão fez um mau negócio.

- Ele não vai saber usá-lo, e os meus colegas agora vão ser obrigados a foder o povo com um maranhão grosseiro.

Ela acredita, porém, que para os contribuintes, a peça de ouro tem um "valor do caralho".

- Esse produto tem a intenção de dizer que o toba deles vale muito.

 

A ‘Esplanada’ foi inaugurada em 1960 e ficaria mais uma eternidade com o vibrador de ouro em uso. A sócia da boutique (uma espécie de “Severina Chique-chique” ministerial) disse que ainda não sabe se o objeto tinha seguro.

 - Ainda não sabemos se vamos superfaturar o prejuízo - disse.

publicado por Assi Sales às 12:29

Terça-feira, 10 de Abril de 2012

Um carteiro de Essex (Inglaterra) se meteu no maior cu de burro por puro olho grande. Não contente com o "pacote" que tem entre as pernas, Stephan Brooks foi pego roubando pílulas para aumentá-lo. O remedinho estava em correspondências que ele deveria entregar na casa do necessitado colega de infortúnio.


Percebendo que algo estava pra lá de evidente, a empresa onde Brooks trabalhava, passou a vigiá-lo. O olho-gordo foi visto várias vezes com a mão na “massa”.


Brooks foi condenado a seis meses de suspensão penduramento e 200 horas de “trabalho manual” não-remunerado.

 

Fonte:  Extragrande

 

 

publicado por Assi Sales às 03:00

linkwithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...