o humor e as notícias mais sacanas da web
Quarta-feira, 06 de Abril de 2011

Recebi, por email, esta tão "edificante verdade" que me deixou de quatro, relinchando, e tão "sensibilizado" que não vi como não a partilhar com os - como diria um certo blogueiro que se tem por arauto da nobreza - Nobres Leitores(as). Vejam só que coisa mais folclórica "tocante":

Os dedos polegares representam os pais.
Os indicadores representam teus irmãos e amigos.
O dedo médio representa a ti mesmo.*
O dedo anelar (quarto dedo) representa o seu cônjuge.
O dedo mindinho representa teus filhos.

Junte as tuas mãos, palma com palma (Precisa lavar não! Pôncio Pilatos depois de o fazer, cagou pau), e una os dedos médios de modo que fiquem apontando a ti mesmo, como na imagem acima.

Agora tente separar de forma paralela teus polegares (representam teus pais). Você vai notar que eles se separam, porque teus pais não estão destinados a viver contigo até o dia da tua morte, até porque ninguém merece! Una os dedos novamente.

Agora tente separar igualmente os dedos indicadores (representam teus irmãos e amigos dedos-duros). Você vai notar que também se separam, porque eles se vão e têm destinos diferentes. Una os dedos novamente.

Tente agora separar os dedos mindinhos (representam teus filhos). Estes também se abrem, porque os filhos-da-puta crescem e quando já não precisam mais de nós nos dão um pé na bunda. Una os dedos novamente.

Finalmente, tente separar teus dedos anelares (o quarto dedo, que representa teu cônjuge) e, surpreendentemente, você vai ver que simplesmente não consegues separá-los. Isso se deve ao fato de que um casal está destinado condenado a estar unido até o último dia da sua vida e é por isso que o anel se usa neste dedo. Muito embora, depois que se inventou o desquite e, posteriomente, o divórcio, pelo óbvio, se cogite passar o uso da aliança para o dedo médio.
* Carece de explicação?
Colaboração: Bete Fernandes
publicado por Assi Sales às 03:30

linkwithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...