o humor e as notícias mais sacanas da web
Sexta-feira, 30 de Março de 2012

Em comunicado oficial, a TV cujo nome - não se sabe por que - começa com G, informou que quem mais deu IBOPE ao Big Brother Brasil 12 foi o modelo investigado pelo suposto “estupro” de vulnerável. O termo 'suposto' empregado se deve ao fato de que cu de bêbado(a) não tem dono’.


Após o depoimento da “vítima”, foi suspensa também a proibição de o modelo sair nu na G Magazine. 

 

A informação é do Portal EnTerra

publicado por Assi Sales às 09:00

Segunda-feira, 12 de Março de 2012

 

 

Kléber Bambam, vencedor do 'BBB 1', por pressão do Ibama, como grande intelectual que é, acreditando piamente que o que vale é o que a gente tem por dentro (da cueca) fez o maior H pra ser capa da G, mas só saiu M.


Teve um grande drama em sua vida quando a sua casa incendiou-se e a biblioteca pegou fogo, destruindo todos os seus dois livros, e, pior: ele nem tinha acabado de colorir o segundo.

publicado por Assi Sales às 10:00

Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2012

Todos os dias, a televisão despeja nas casas dos desavisados uma enxurrada de lixo disfarçado de entretenimento. Dentre as muitas merdas propagadas, destacando-se pelo acinte à decência, está o Big Brother Brasil, a cloaca máxima da Globo, que tem por conteúdo principal:
# Promoção da promiscuidade e exploração da sexualidade.
# Exposição da mulher como mero objeto sexual.
# Incentivo descarado às perversões e práticas ignóbeis.

Quem é o alvo? Seus filhos. Sua família! E milhões de reais são gastos para essa coisa sórdida ir ao ar. Alguém faz ideia de quanto cada empresa paga para fazer propaganda naquele prostíbulo? Algo em torno de 16 milhões de reais. Além disso, há o lucro com os telefonemas, que é dividido entre a rede Globo e a operadora. Apenas um paredão paga o programa inteiro!

É, de longe, o programa puteiro mais lucrativo da televisão brasileira. É também o mais pernicioso às crianças, aos jovens e a certos “adultos” estultos cujo maior sonho é se tornar participante daquela "coisas", não importa de qual ínfima forma. E os produtos dos patrocinadores dessa safadeza estão nas ruas, nas nossas casas, sendo utilizados por nós todos! Indiretamente, estamos reforçando o poder destas corporações depravadas.

Vamos cruzar os braços perante esse marketing amoral?

Diga não ao BBB!

publicado por Assi Sales às 08:35

Terça-feira, 31 de Janeiro de 2012

Para arrasar as redes de televisão e com os punheteiros telespectadores tupiniquins, um canal de TV britânico vai exibir pessoas fazendo sexo dentro de um programa cujo suposto objetivo seria ajudar a tratar de problemas sexuais, quais imperícia, falta de empenho e/ou de tesão.


A emissora Channel de 4 afirma que o reality, que vai exibir de forma pra lá de explícita o que nem o Kama Sutra ousou mostrar, tem por intuito ajudar os espectadores.
- Este programa não é pornográfico, nem visa curar broxas - disse uma representante da emissora – O telespectador verá tudo, ao vivo, a cores e em closes, mas nada que alguém mais assanhado já não tenha feito. E não me venham com discursinho pudicos, pois quem já viu não estranha, e quem nunca viu sequer sabe o que é.


Sui Generis: Se os ingleses, com toda a sua fleuma, são capazes disso aí, imaginem quando o BBB e A Fazenda, que são meras cópias dos realities estrangeiros, copiarem mais este modismo!

publicado por Assi Sales às 05:30


A Woto-TV escalou a apresentadora Sharon Reed para cobrir uma instalação do artista Spencer Tunick (aquele que tira fotos de multidões peladas) e, no melhor estilo "jornalismo participativo", Sharon (que nem de longe chega sequer aos pés de sua xará Sharon Stone) entrou de cabeça, corpo, membros, celulite, estrias, pelancas e pentelhos na história, resolvendo mostrar a perereca e tudo o mais diante da câmara.


O programa teve uma audiência recorde do caralho, ainda que tenha sido exibido bem tarde para evitar problemas com as pudicas hipócritas “otôridades” americanas, que proíbem a exibição de material "indecente" das seis da manhã às dez da noite.


Sui Generis: Desde o episódio, a Reed ganhou o epíteto de Apresentadora Gangorra, devido  ter levantado a audiência do programa e, simultaneamente, posto os atributos da assistência masculina a nocaute.

publicado por Assi Sales às 03:00

Segunda-feira, 01 de Agosto de 2011

publicado por Assi Sales às 10:07

linkwithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...