o humor e as notícias mais sacanas da web
Quinta-feira, 18 de Agosto de 2011

Nascida em berço de ouro, Clara deixou para trás todas as riquezas para ir viver entre os hippies da sua época. Sua mãe, Hortolona, que tinha graves problemas psicológicos por causa desse seu nome, resolveu batizar à filha de Clara, para que esta, muito antes de Thomas Alva Edison, viesse a iluminar o mundo.


Clara foi criada como todas as patricinhas de seu tempo. Mas, como cabeça vazia é oficina do diabo e ela ouvira falar de uns tais de hippies que, renunciando às riquezas mundanas, viviam “numa boa”, tendo por guru um tal de Francisco, para desgosto de sua família, fugiu de casa e foi se unir ao grupo.

 

Na comunidade hippie, Clara ganhou destaque. Houve um dia em que as irmãs de sua congregação saíram às ruas para uma manifestação de paz e amor e voltaram desanimadas, porque não haviam conseguido nem uma coisa nem outra. Vendo o baixo astral das amiguinhas, Clara apenas disse, levantando dois dedinhos em ‘V’: “Sexo, drogas e Rock 'n' Roll”. Os hippies acharam o maior barato! Numa outra ocasião, um bando de skinheads tentou atacar o grupo. Clara, ligadona, foi até eles carregando uma taça que era usada como incensório. O fumacê era tanto que os carecas ficaram numa nice.

 

Prestes a morrer, Clara começou a ver, com absoluta clareza, tudo o que aconteceria quando criassem uma tal de máquina de fazer doidos. Narrou tudo às clarissas (espécie de pobretonas metidas a patricinhas) que a bajulavam, e elas, mais tarde, confirmaram que as visões de Clara estavam corretas. Por isso, Clara tornou-se a padroeira da televisão.


Clara morreu em 11 de agosto de 1253. Em 1958, o papa Pio XII a transformou na santa padroeira da televisão, já que esta, à época, era a única porcaria que a igreja ainda não tinha apadrinhado.

 

publicado por Assi Sales às 09:51

linkwithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...