o humor e as notícias mais sacanas da web
Quinta-feira, 17 de Maio de 2012

Clique AQUI e veja mais tipos

 

Clique AQUI e veja mais expressões peniais
Faça o seu autoexame e uma autocrítica...
Seja franco. Pelo avaliamento, mereces este troféu?
Se a resposta for SIM ou NÃO, clique AQUI
publicado por Assi Sales às 05:30

Segunda-feira, 17 de Outubro de 2011

O cubano Jose Castelar pretende possuir um “charuto” de comprimento maior que o do Motumbo (clique no link e veja), a fim de estabelecer um novo recorde para o Guinness Book e se lançar nas mídias.

 

 

 

Castelar começou na segunda-feira sua preparação para superar o atual recorde.

 

 

Por enquanto o "charuto" do cubano está assim

 

publicado por Assi Sales às 17:19


. Hahahahahah (ri e aponta)
. Credo...
. O que é isso???
. Ahhh, que meigo!

. Ué, e seu pé é tão grande!

. Tadinho!
. Eu nunca vi nada igual a isso antes.
. Mas ele funciona, né?
. E se eu tocasse uma flauta?
. Você está com frio?
. Mas como "já está duro"?

. E você ainda usa uma peça de roupa a mais só pra segurar isso?

. Isso explica o seu carro.

. Sorte você ter outros talentos...

. Talvez regando ele cresça.

publicado por Assi Sales às 04:48

Domingo, 21 de Agosto de 2011

Vi um artigo muito “científico” sobre o órgão sexual masculino bilau e, para o bem de todos e felicidade geral da nação, o troquei em miúdos.


O bilau, seja lá de qual tamanho, tem duas funções básicas: tapar buracos e descartar fluidos. Acontece que o coitado, sendo acéfalo, não consegue realizar ambas ao mesmo tempo, embora se saiba que tem muito homem por aí que mija fora do penico e descontrolada que se urina toda na hora do orgasmo.


Tal e qual o nordestino corpo humano, o langanho viril se divide em 3 partes: cabeça (grande), tronco (mal engembrado) e um indefectível saco.

A cabeçorra, além de não ter cérebro, é tão careca quanto o Esperidião Amin.

O corpo é a parte que mais dá duro, já que ‘quando a cabeça não pensa é o corpo que padece’.

O saco é a parte final do langanho e a Meca dos bajuladores e alvo potencial de golpes baixos.

 

Externamente, o cacho masculino é composto por um corpo esponjoso e dois corpos cavernosos penduricalhos.

O corpo esponjoso, quando alegrinho, incha que nem cururu e fica com a gota. Isso se não for rebate falso  somente vontade de mijar.

Os penduricalhos são dois ovinhos que, literalmente, enchem o saco. Parecendo baianos, vivem em eterno repouso estado de flacidez.


Parodiando à fábula ‘A Raposa e as Uvas’, para justificar as próprias deficiências peniais, alguns dissimulados alardeiam que, em estado de ereção, em média o pobrezinho do talo atinge cerca de 15 cm de comprimento e 4,5 cm de diâmetro. Se esses raposões dizem isso das uvas rosadas, o que não dirão das do Collor, que tem “aquilo” roxo!

 

Tudo que sobe tende cair

O ciclo de ação penial é composto por fases sequenciais:

Ereção é a primeira resposta aflição fisiológica do homem. Há sempre a perspectiva de uma broxada. E se o cara broxar, lascou-se!

Diferentemente dos parlamentares tupiniquins, o bilau atinge o grau máximo de dureza no “platô”,  fase equivalente ao pós campanha eleitoral vitoriosa. Verifica-se um inchaço maior na cabeçorra, cuja cor passa do rosa claro a quase arroxeado (nas bibas fica Pink).

A ereção fica tinindo quando ocorre a ejaculação, durante a qual o cu pisca e os músculos bagos se contraem sacodem ritmicamente, parecendo metaleiros em transe.

 A fase de resolução é o ‘bye bye, so long, very well’, e o operoso se torna gradativamente flácido.

 

A descongestão pode ser lenta se o homem se mantiver ativo. Mas se ele virar, se mijar sentado, plantar bananeira, jogar conversa fora, fingir adormecer profundamente,  soltar um peido ou der uma palmeada, pode apostar que aí tem!

publicado por Assi Sales às 09:07

Terça-feira, 16 de Agosto de 2011

 

Um museu que exibe de falos gigantescos de africanos a microscópicos testículos de japinhas, acaba de colocar em exibição seu primeiro exemplar brasileiro. Trata-se do pênis que pertencia a um indivíduo que fodeu os contribuintes brasileiros e, orgulhoso disso, prometeu doar seu bilau para a instituição. 'Tive que esperar por ele 8 anos', ironiza Sigurdur Hjartarson, o museólogo, recordando seu amigo, que era um pioneiro do turismo no ABC paulista e um célebre sindicalista.


Apesar de ser louco pela fruta, um visitante indiscreto disse que "se decepcionou muito com o exemplar do homo lula". 'Não tem importância. Era de um idoso, mas logo terei um mais jovem, maior e menos gasto', afirma o dono do museu. Ele já recebeu promessas de doação de várias bibas, inclusive de uma que prometeu doar sua peça ainda em vida.


'Este é o maior', afirma o fundador e curador do museu, referindo-se a um pinto preto grande como um tronco. Trata-se do pênis de Motumbo, que pesa horrores, mede 170 centímetros e parece um cipó preto. E este é apenas um dos 276 espécimes. O museu fica no norte da Islândia. Neste templo da virilidade, longos exemplares secos decoram as paredes.

 

Hjartarson iniciou sua exótica coleção quando, ainda criança, ganhou um pênis seco de touro. Em seguida, foi ganhando outros tipos. Vinte e quatro anos depois, ele abriu o museu. Todos os verões (no inverno os bilaus dão uma encolhidinha), cerca de 11.000 pessoas visitam o estabelecimento, e a frequência aumentou desde que um pênis brasileiro foi acrescentando à coleção. Os visitantes se estabacam de rir ao vê-lo.

publicado por Assi Sales às 09:48

linkwithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...