o humor e as notícias mais sacanas da web
Sexta-feira, 10 de Agosto de 2012

publicado por Assi Sales às 04:00

Quarta-feira, 01 de Agosto de 2012

A Coordenação de Cultura do município de Caraúbas CONVOCA todos os produtores culturais de nossa cidade para, de 01 a 17 de agosto de 2012, realizarem o Cadastro Cultural que está realizando.

 

Os interessados deverão procurar por Assi, Tetê ou Gilvan Viana, na Casa de Cultura “Manoel do Violão”, localizada à Rua Souza Falcão, S/N, Centro, Caraúbas.

 

Você que desenvolve uma atividade artística individual ou grupal e que reside na zona urbana ou na zona rural de Caraúbas, venha fazer o seu cadastro, munido de:

  • Xerox do RG
  • Xerox do CPF
  • Uma foto pessoal
  • Fotos de trabalhos realizados
  • Fotocópias de reportagens e / ou artigos publicados
  • Formação acadêmica
  • Certificados
  • Etc.

Caso prefira, acesse a FICHA  e a traga já preenchida

publicado por Assi Sales às 09:30

Quarta-feira, 25 de Julho de 2012

publicado por Assi Sales às 09:44

Sábado, 23 de Junho de 2012

Uma apresentação envolvendo quatro artistas broxas pelados deixou os universitários amazonenses estupefatos. A performance se deu durante o projeto  ‘Café com sem Arte’, espécie de builling aos calouros da Ufa! (Universidade Federal do Amazonas).


Em off, o idealizador da broxada contou ao Sui Generis que a intenção é mostrar que, independentemente da envergadura, broxar é uma arte.
- Isso se chama ‘monotipia do sexo humano’, processo de passar tinta na broxa e lambuzar superfícies. Fazemos isso pelados porque no processo de pincelar a roupa só iria atrapalhar".

Um calouro se sentiu frustrado assistindo à apresentação.

- Achei constrangedor ver as trinchinhas deles.


Para a chefe do Departamento de Artes, comentários negativos à nudez são oriundos de pessoas sexualmente reprimidas.


Sobre as manifestações contra à monotipia, um ex-aluno da ‘Ufa!’ disse: "Quem só viu as fotos nas redes sociais, deve ter ficado no mínimo abestado. Ninguém esperava algo tão ridículo, porque 99% das pessoas têm vergonha de expor o “pincel” mole.

publicado por Assi Sales às 05:30

Segunda-feira, 28 de Maio de 2012

 

 

Acabo de concluir a leitura do mais novo romance da Geyme Lechner Mannes, ‘Mal Intencionados’, que me deixou com a nítida impressão de haver levado um soco no estômago.

 

O enredo, engendrado com personagens típicos da ralé dessa tragicômica nação fantasiada de emergente por políticos corruptos e mídias ou alienadas ou veniais que, por estupidez e/ou interesses escusos, ajudam essa corja a pintar aos olhos do Mundo o cenário “para inglês ver”, mostra mazelas comuns à gentalha e à marginalidade, as duas metades de uma mesma laranja: a miséria social. A autora ousa ainda desnudar, embora brandamente, a face espúria da maior enganação perpetrada aos “abestados” desde o começo da existência da raça “humana”: a religião, fossa excrementícia de muitas vertentes.


Quem jamais vislumbrou a pobreza, seja por sorte do destino seja por, deliberadamente, usar tampolhos e fazer ouvidos de mercador, há de julgar que certas atitudes e situações que a Geyme imputa às personagens são delírios de literato(a). Pois saibam que, muitas vezes, a realidade é bem mais sórdida que a “imaginada” por ela e por outros escritores. A pobreza é poética somente em “sambões” de compositores ébrios. A vida não imita a arte e a arte não imita a vida, mas ou a reporta ou a fantasia. A obra em questão é uma tela pintada com pinceladas ásperas e cores fortes.


‘Mal Intencionados’ não é um romance para agradar a gregos ou troianos. O leitor ama-o ou odeia-o. Diferentemente da primeira obra da autora, ‘Meninas Bonitas Não São Para Casar’ (reeditado como “Anjos em Pecado’), ‘Mal Intencionados’ não deixa saudades em quem o lê, mas dá muito o que pensar.

 

La belle Geyme

publicado por Assi Sales às 10:02

Sábado, 17 de Março de 2012

Um fechoso adolescentezinho travestido de Shiva, uma das entidades di-vi-nas da mitologia Hindu, colocou a cabeça de grande e grosso “píton” indiano na boca durante o festival Mahashivratri que foi realizado na cidade de Chandigarh, deixando a boquiaberta platéia babando, morta de desejos, uns de fazer boquete outros de esconder cobra.

Clique na imagem do post para ver a “façanha”.

publicado por Assi Sales às 05:30

linkwithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...