o humor e as notícias mais sacanas da web
Domingo, 10 de Junho de 2012

A Coréia*, mesmo tendo este nome chulo, fará a castração de um pedófilo condenado várias vezes pelo estupro de menores de idade.


O futuro eunuco, identificado como Jurassic Park, deve ser libertado em julho, após cumprir uma pena de 10 anos pela violação de um garoto de 10 anos (Dente por dente; ano por ano ânus).


Durante os próximos três anos, a cada três meses, Park receberá uma injeção de Pêniscilina na veia bostareal, para reduzir sua libido o seu fogo no rabo - afirmou Kim Ku, funcionário do ministério da Justiça.


*Coréia = zona do baixo meretrício.

publicado por Assi Sales às 05:30

Quarta-feira, 09 de Maio de 2012

O francês Blaise Fragione, que apesar do nome sugeri-lo não é nada frágil, admitiu ter cortado o bilau de um cara identificado apenas como ´F´. No tribunal, Fragione disse que teve a reação intempestiva quando o outro lhe tascou “o que Luzia levou atrás da horta”.


Apesar de ser consideravelmente menor do que a vítima, Blaise deixou ´F´ desacordado com um golpe uma cuzada. Depois, pegou uma tesoura e cortou um bom pedaço do descanso de carroça do moçoilo. Fragione disse que a situação fez com que ele perdesse o controle.
- Estava tudo bagunçado dentro de mim - alegou.


 Quando as autoridades chegaram, o acusado limpava o sangue espalhado pelo banheiro.

- Isso se parece mais com vendetta do que com um acesso de loucura. O réu queria punir meu cliente usando aquilo com que ele havia “pecado” - declarou o advogado da vítima.


Blaise pode pegar até 15 anos de prisão. O mais curioso de tudo é que o acusado reatou a relação com o acusador, agora de igual para igual (Pelo menos nos tamanhos dos bilaus).

publicado por Assi Sales às 03:00

Terça-feira, 20 de Março de 2012

Bateu a caçoleta, no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, o homem que foi emasculado pela companheira durante uma discussão um pega pra capar.

 

Segundo informações, Severino dos Ramos Paulino estava “fazendo a festa”, quando a sua amantíssima esposa se armou com uma peixeira e podou os ramos e o paulino do engraçadinho.

 

Familiares disseram que ela era macho pra cacete e todos já tinham alertado Severino que ‘com mulher de bigode nem o diabo pode’.

 

De acordo com o irmão do eunuco, a última vez que Vera Lúcia foi vista estava embarcando no trem com destino a Cabedelo, para ninguém meter o bedelho na vida dela. A polícia está na cola da “paraíba”.

 

.................................................................

 

Já no município de São Mamede, onde o povo mama que dá gosto, um rapaz teve parte do chucho arrancado a dentadas.


Segundo informações repassadas por fofoqueiros, Joabson o jovem Frankenstein contou que estava em uma festa com a prima e quando os acepipes acabaram, ela mordeu o seu chouriço e arrancou um pedaço.

 

Apesar do susto, o jovem pato ganso foi remendado no Hospital de Patos e, após o chuleio, foi liberado pelos médicos.

 

‘É pau... é pedra... É o fim do caminho. É um resto de toco... ’

publicado por Assi Sales às 03:00

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2012

Se você tem um pé atrás quando o assunto é capação, não hesite mais. A medida é amplamente defendida pelos “entendidos”. E por ótimos motivos.

O ideal seria que ambos os sexos se submetessem a ela. Além das vantagens para a estética, a capação muda - para melhor - o comportamento do capado. Para começar, a fudelança diminui e, no caso dos machos, além do entre pernas ficar menos volumoso, ele deixa de urinar em todos os cantos, já que tem de se agachar para isso.

Verdades e mentiras sobre a capação:

A capação muda o foco do desejo sexual
Mentira! A capação pode até causar aumento da comichão anal, mas se o operado não ceder às tentações, não sairá por aí dando o toba a torto e a direita. A promiscuidade pós- capação é decorrente do cirurgiado e não da cirurgia.

A capação deixa o macho confuso
Mentira! O macho eunuco ficará leso após a capação apenas se acometido pela falsa sensação de possuir ainda o membro amputado.

A capação é uma cirurgia restritiva!
Mentira! A capação é simples e rápida curta e grossa, dependendo da dimensão do órgão extirpado, e o operado já está ativo passivo 24 horas após a cirurgia.

A capação evita que a fêmea embuche
Verdadeiro. Quando a capação ocorre antes do primeiro cio, a chance de arranjar um bucho, bastante comuns em cadelas cada vez mais jovens, é praticamente zero.
 
O macho capado não tem interesse pela fêmea
Mentira! Muitos machos capados continuam a ter interesse por fêmeas, embora ao estilo ‘Marisa’ (de mulher pra mulher). No entanto, se o macho é capado e há uma fêmea no cio na casa, ele fugirá dela como o diabo da cruz.
 
Capando os machos eles deixam de fazer xixi em pé
Verdadeiro. Uma característica dos machos é sacudir a “mangueira” após a mijada. Se o macho for capado quando ainda jovem, ele mudará de hábitos. A capação é indicada também para adultos que vivem mijando fora da bacia.

Deve-se capar a fêmea após ela ter dado cria
Mentira! Ao contrário do que alguns babacas pensam a cadela não fica "frustrada" ou "triste" por não ter tido filhos ilegítimos. Essa é uma característica que não se aplica às cachorras. O ideal é capar o quanto antes.

Por que capar os machos?
. Evitar xixi fora do vaso e a coçação de saco.
. Evitar o tesão lhe aparecendo às calças.
. Evitar a dor de um pisão nos ovos.
. Controle populacional, evitando o aumento do número de animais crianças de rua.
. Evitar a perpetuação de procedimentos transmissíveis como  troca-troca, prostituição juvenil, pedofilia etc.

Se levarmos em conta quantas vezes um animal macho terá oportunidade de botar filhos ilegítimos no mundo durante toda a sua vida reprodutiva, seria mais conveniente diminuir sua atração sexual pelas fêmeas.
É preciso vencer o preconceito e pensar na capação como um benefício para seu animal pessoal.

Por que capar as fêmeas?
. Evitar buchos indesejáveis.
. Evitar peitos caídos na fase adulta.
. Evitar cios.
. Controle populacional e redução de gastos governamentais com salário maternidade.
. Evitar a perpetuação de modismos como ninfomania, lesbianismo, gravidez juvenil, etc.

É errado o conceito de que a capação só deve ser feita em cadelas de rua. Se os pais não têm intenção de criar os bastardinhos de sua filha cadelinha, seja ela de raça ou não, enfrentar seus cios, riscos de gravidez indesejada e de doenças sexualmente transmissíveis, a capação garante uma vida bem mais tranquila.

Fonte: M de ‘mulher pra mulher’, Abrigo das bichas

publicado por Assi Sales às 07:30

linkwithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...