o humor e as notícias mais sacanas da web
Domingo, 26 de Agosto de 2012

 

 

Cansados de coçar o saco, policiais militares detiveram uns delinqüentezinhos parangolés e os obrigaram a dançarem o “Rebolation”.


Pelo uniforme dos policiais, dá para perceber que eles não são de nenhuma tropa de elite, e pelo cenário onde os moleques deram o showzinho desenxabido, não há como não ver que é uma delegacia pocilga.



publicado por Assi Sales às 03:00

Sábado, 28 de Julho de 2012

 

 

O delegado de Camboriú já começou a ouvir as aleivosias dos policiais suspeitos de terem torturado e enfiado um maranhão no fiofó de um “de menor” de 14 anos. O inquérito está sendo acompanhado pelo ministério público.


A.C. - que apesar das iniciais sugerir que seja anterior a JC é “de menor”- afirma ter sido torturado por policiais depois que seu patrão foi preso por estar metido com desmanche de carros e motos, mas não por explorar mão de obra infantil. O garoto diz que jurou aos meganhas que não sabia de nada, mas teria sido levado pra casa do patrão e barbarizado.


A.C. relata que levou porradas de cinco policiais, teve uma metralhadora apontada no meio das fuças, levou choque elétrico com fio desencapado e foi obrigado a comer, além do pão que o diabo amassou, pimenta malagueta. Pra rematar, os PMs atocharam um consolador de borracha em seu fiofó.

 

O menino passou por exame de corpo de delito no IML pra comprovar os machucados no corpo e no oiti.

publicado por Assi Sales às 03:00

Domingo, 08 de Julho de 2012

Canindé (CE) -  Uma garota de 12 anos e olho maior do que a barriga se deu mal ao dar  mole para um descomunal adolescente de 17 de idade. A “festa de arromba” contou com a participação de um “de maior” não tão animalesco quanto o de menor e de uma “veterana” de 14 anos. Os quatro tiveram o apoio  de um motorista que os levou em seu veículo para o motel. 


Devido à bestialidade da estrovenga do rapaz, a ninfeta de 12 anos passou por uma cirurgia reparadora no Hospital Veterinário São Francisco, por estar com uma sangria desatada na bueira.


Os dois abestados que caíram na lábia das “mocinhas” foram autuados e o motorista foi grampeado logo em seguida.  Os nomes das duas não foram divulgados, para não lhes facilitar a carreira na mais antiga profissão do mundo, segundo o Juiz da Vara da Infância e da Juventude.

publicado por Assi Sales às 03:00

Domingo, 24 de Junho de 2012

Um vídeo postado no YouToba mostra mais um comportamento exemplar de adolescentes patos (naturalidade dos que nascem na cidade de Patos, Paraíba).


A  patacoada aconteceu na praça conhecida pelo apropriadíssimo nome de Praça do Cepa*, na zona do centro da cidade. O bando de adolescentes patos estava conversando grasnando, quando, de repente, começa a voar penas para todos os lados. Repare no vídeo gravado com um celular por uma patusquela.

 

Doida pra afogar um ganso, a capororoca começa a provocar o patinho, que não aceita a patetice e parte para a agressão. A partir daí uma sequência de patadas são registradas. Num certo momento, a briga cessa e mais uma vez a pata choca vai torrar o saco do patinho, que dessa vez se encrespa, derrubando a pateta no chão.


Só ao perceberem que a briga era para valer, uma apatetada vai separar os dois, alarmada com os gritos do pato rouco já todo depenado.


O vídeo foi postado na internet e se espalhou rapidamente nas patéticas redes sociais.


*Cepa: tronco de videira

publicado por Assi Sales às 05:30

Sábado, 23 de Junho de 2012

Pará - Acusado por populares, Nilson C. do Espírito não Santo, de 29 anos, foi autuado pela delegada Mª Amélia intestino Delgado, depois de tentar pegar na marra quatro “de menor”.

O primeiro ataque foi a um menino de 12 anos. O garoto contou que, abordado na rua, correu e foi perseguido por Delgado .

- 'Ele chegou à frente da minha casa e meu filho disse que era ele o homem que tinha paquerado ele na rua - disse a mãe do garoto.


Em seguida, Delgado tentou invadir a casa onde uma menina de 11 anos mora.

- Ela percebeu que ele se aproximava , e, como não o conhecia, tratou de fechar a porta as pernas no momento em que ele tentava empurrar. Por pouco ele não entrou - disse a mãe dela.


Sentindo-se o cocô do cavalo do bandido, após duas rejeições subsequentes, Delgado abordou um guri de apenas 10 anos, oferecendo dinheiro para “brincarem” de papai-e-mamãe. O menino correu e, mais feliz do que pinto na merda, contou à sua mãe o ocorrido.

- Ele disse que pagava R$ 10 para fazer tudo o que ele quisesse com meu filho. Eu estou indignada é com a mixaria!' - desabafou a mãe da criança.

A última vítima de Delgado foi uma adolescente de 14 anos que, não conseguindo levantar vôo na vassoura, varria a frente de sua residência. Segundo a mãe dela, Delgado segurou a vassoura e tentou estuprá-la. A adolescente então chamou a polícia, no momento em que o “vassoura” pegava um mototáxi para Cristo.


A ação de Delgado ocorreu no Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil,  data também em que o município onde ele agiu deu início à Campanha Municipal de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que, pelo visto, só faz estimular a sanha dos pedófilos.


Delgado deverá ser transferido para o presídio. Segundo a delegada, quando ele foi encaminhado à Seccioanal, muitas pessoas foram para a frente da unidade policial com o intuito de enrabá-lo.

A irmã do acusado, Micely do Espírito Santo do Pau Oco, disse que o irmão queria apenas brincar com as crianças. 'Ele nunca fez tamanha merda! O que acontece é que quando ele bebe, ele fica desorientado. Mas meu irmão não é um papa-figo, argumentou.

Questionada quanto ao fato de ter tentado entrar em uma casa, perseguido um garoto e tentado violentar uma vassoura, ela disse:

- Não é normal, mas ele tem mania de ficar pelado perseguindo a gente em casa quando está de porre. É um descontrole dele, mas ele não ia abusar de ninguém', defendeu.

publicado por Assi Sales às 03:00

Sexta-feira, 08 de Junho de 2012

Domingos de Ramos de Oliveira, o santo pároco de Cristalândia (Piauí), está sendo acusado de abuso sexual contra uma menina de 13 anos que vive às soltas na cidade. 


 O caso foi denunciado ao Conselho Tutelar do município e a “virgem santa” foi encaminhada para ser examinada no açougue, já que o município não dispõe nem de hospital  nem de delegado e muito menos de veterinário.


A mãe da garota relatou no Conselho Tutelar que encontrou a filha chorando em casa e acabou descobrindo que há muito tempo o padre vinha tentando “batizar” a moleca, que se lamentou à mãe que na última tentativa a penetração só não teria acontecido porque o “crucifixo madeiro” do vigário é enoooorme.


O Conselho Tutelar já conversou com amigas da vítima e elas disseram, envaidecidas, que todas as vezes que se exibem diante da casa do padre são chamadas de ‘lindas e gostosas’.

A reportagem não conseguiu localizar o vigário para que ele apresente a sua versão do conto.

A frouxa legislação brasileira vigente considera crime de estupro todo ato libidinoso tentado ou consumado, exceto se cometido por menores. No caso, pelo visto, configura-se o artigo 217-A do CPB, estupro de vulnerável (o padre).

publicado por Assi Sales às 05:30