o humor e as notícias mais sacanas da web
Sábado, 07 de Julho de 2012

A família de um sujeitinho que bateu a caçoleta durante um ménage a trois acaba de abiscoitar US$ 3 milhões do cardiologista da vítima com o argumento de que este não o avisou sobre a necessidade de evitar atividade física aquilo naquilo.

W. Martinez, 31 anos, casado e pai de dois filhos, esticou as canelas fazendo “sanduíche” com uma amiga e uma outra pessoa, que, segundo relatos, não era menos dotado que um cavalo. Dias antes, Martinez visitara o médico reclamando de dores no oiti e do braço amortecido. Ele deveria retornar para uma bateria de exames, mas a oportunidade da suruba surgiu e ele não se fez de rogado.

Os advogados da família de Martinez apresentaram um processo contra o cardiologista, argumentando que ele não alertou ao “salsicha” que não se permitisse atividades extraCUrriculares antes dos exames, porque a pressão na veia bostareal, assim como o entupimento desta, iria levá-lo à cidade dos pés juntos.

A indenização requerida foi de US$ 5 milhões, mas os jurados diminuíram o valor para US$ 3 milhões, ao saberem que Martinez não tinha estrutura suficiente para suportar bisnaga de ketchup. Os advogados do cardiologista disseram que iriam recorrer da sentença.

publicado por Assi Sales às 03:00

linkwithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...