o humor e as notícias mais sacanas da web
Terça-feira, 19 de Junho de 2012

Lula passeava numa praia paradisíaca de um certo paraíso fiscal (Uruguai) quando deparou-se com uma garrafa de cachaça mágica, que a maré, caprichosamente, fez chegar até seus pés. Mais depressa do que o capeta esfrega o olho, depois de muito confabular com Dona Consciência, pôs-se a esfregá-la, insistentemente. Nesse instante, numa explosão de luzes e fumaça, surgiu um gênio enorme, gordo e satisfeito, que disse:

- Ulah la! (Na ocasião ainda não haviam criado o ‘Lula la’) Meu amo é senhor! Por ter me libertado da garrafa, vou realizar-lhe três desejos; peça o que quiser e será atendido.

Lula, perplexo, exclamou:

- Cacete!

E começaram a surgir cacetes de tudo quanto é jeito e de tudo quanto é canto. Vinham de um lado, do outro, de cima e de baixo. Enfim, do céu desabou uma torrencial chuva de cacetes e mais cacetes. Lula, desesperado, agitava os braços, freneticamente, debatendo-se contra aqueles que insistiam em vir direto à sua boca. E, num esforço brutal, deu-se a gritar, tresloucadamente:

- Suma! Desapareça já com todos os cacetes!

Em seguida, num raro momento de ponderação, murmurou em tom de arrependimento:

- E, por favor... Devolva o meu!

 

E lá se foram os três pedidos.

 

MORAL DA HISTÓRIA

Certas pessoas jamais saberão o que fazer com o poder.

publicado por Assi Sales às 08:00

linkwithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...